segunda-feira, 6 de junho de 2011

Encontro Geral "Pela Raia... 100 Muralhas"

O Projecto “100 Muralhas”, Projecto que tem como entidade promotora a Cáritas Diocesana da Guarda, a decorrer, no ano lectivo 2010/2011, nos Agrupamentos de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo, Almeida (Escola Vilar Formoso), Sabugal e Penamacor, no âmbito da Área Curricular Não Disciplinar de Área de Projecto do 12.º Ano, realizou, no dia 28 de Maio, no Pavilhão Multiusos de Vilar Formoso, o seu Encontro Geral.

Este Encontro pretendeu, essencialmente, através do convívio e partilha das cerca de 100 pessoas presentes, provenientes dos quatro concelhos raianos da área geográfica da Diocese da Guarda, reforçar o grande objectivo do Projecto “100 Muralhas”, ou seja, contribuir para que os alunos e outros agentes locais, desenvolvam acções sobre a Identidade do território onde habitam e elaborem e apresentem produtos finais capazes de promover a auto-estima pessoal e social da região, em prol do desenvolvimento local.

in http://100muralhas.blogspot.com/2011/05/encontro-geral-pela-raia-100-muralhas.html


Os grupos de alunos envolvidos tiveram oportunidade de apresentar de apresentar o produto final do trabalho dos projectos trabalhados ao longo do ano.

Deixamos aqui o video realizado para apresentação do nosso trabalho final:

Entrevista ao Professor José Manuel Campos

Com o intuito de obter mais conhecimentos sobre o contrabando, entrevistamos o Presidente da Junta dos Foios - Professor José Manuel Campos - uma vez que nesta localidade (devido à proximidade com a fronteira de Espanha) se praticou muito o contrabando.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

domingo, 3 de abril de 2011

Relatório da Actividade - 4 de Março - Desfile de Carnaval



Sabugal :
No dia 4 de Março pelas 9 horas e meia da manhã , 2 membros do grupo ( João e Maria ) dirigiram-se para o jardim de infância da Casa da Mesiricórdia do Sabugal , para falar com as educadoras Cláudia e Rute , que nos providenciaram algumas dicas sobre o que podíamos ou não fazer ( nomeadamente filmar declarações dos alunos etc. ) e também para solicitar-mos o material que nos possibilitaria a filmagem . Depois de uma conversa breve , fomos ao encontro dos alunos da Escola Primária do Sabugal , que se encontravam nas instalações prontos a começar o desfile que iria dar a volta ao centro da cidade . Bem dispostos e divertidos iniciaram o desfile , alusivo á Raia e a temas nela inseridos nomeadamente a Capeia Arraiana , e o nosso tema , o Contrabando . Não só alunos , mas também professores e funcionárias aderiram com entusiasmo a esta iniciativa , retratando em jeito de brincadeira , a época do contrabando raiano . Desde contrabandistas , a guardas fiscais , passando por toureiros , forcões e bois , com excelentes adereços ( caso dos carregos utilizados pelos contrabandistas , ou as fardas de guarda fiscal ) vimos de tudo neste desfile . De referir ainda que os membros do grupo fizeram uma reportagem fotográfica e de vídeo que iremos tentar publicar no blog.
Terminado o desfile , dirigimo-nos de novo ao jardim de infância onde estivemos á conversa com a educadora Rute e com os seus “meninos” , que , para nossa surpresa , demonstravam saber mais do contrabando e de todos esse tema , do que aquilo que nós esperáva-mos , sendo capazes de nomear utensílios utilizados , distinguir guarda fiscal de carabineiros e ainda contar na íntegra toda a história do livro relacionado com o contrabando “Maria Mim” .

Fotografias Sabugal :



RECONTO MARIA MIM - http://www.mediafire.com/?9yhsuy5szsy312o - clica no link para download

Reunião 4 de Março - http://www.mediafire.com/?xespyfoudcqje1h - clica no link para download


Soito :

No Soito , Luísa Rito e Gabriela Roque , acompanharam na íntegra o desfile realizado pelo Jardim de Infância .
Trajes alusivos ao tema e míudos bastante divertidos não mostrando qualquer incómodo pelo facto de ser um dia frio e com neve , participaram com agrado no desfile , brincando e divertindo-se . Á semelhança do Sabugal , também as educadoras e auxiliares participaram e deram entrevistas . No fim foi-nos possível fazer a célebre pergunta : O que é o Contrabando ? aos mais novos , e constatá-mos que a maioria , respondendo despreocupadamente sabe dizer por palavras suas o que é a actividade . Infelizmente , mais não nos foi possível 
“explorar” mais pois o tempo começou a piorar , tendo os miúdos e professores que voltarem ao Jardim



[EM ACTUALIZAÇÃO]

quarta-feira, 30 de março de 2011

Museu do Contrabando - Santana de Cambas - Mértola


O Museu do Contrabando em Santana de Cambas, concelho de Mértola, foi inaugurado em 10 de Junho de 2009.

Instalado no antigo edifício da Autarquia, o projecto pretende ser o repositório de um manancial de informação, sobretudo oral, que importa salvaguardar e dar a conhecer, não só aos mais novos, mas também àqueles que não tiveram contacto directo com esta realidade. Este espaço foi criado numa perspectiva de mostrar uma parte da história da freguesia, mas também para aproveitar o seu património histórico e cultural como um recurso que poderá trazer riqueza e desenvolvimento.

Algumas fotografias :























quarta-feira, 23 de março de 2011

A Guarda Fiscal

A Guarda Fiscal foi criada pela Monarquia Liberal,em 1885, com o objectivo de impedir o contrabando e sujeitar os produtos à cobrança dos respectivos impostos aduaneiros. A GF realizava a mais dura fiscalização das alfândegas portuguesas, a fiscalização externa, estando o seu dispositivo presente nos mais recônditos lugares da fronteira marítima e terrestre. Com o 25 de Abril de 1974 foi incubida de fiscalizar a entrada e saída de cidadãos do país, serviço antes desempenhado, pela PIDE/DGS.Em 1993,inesperadamente, e muito por força do Ministro da Administração Interna, Dias Loureiro, A GF é extinta e integrada, como Brigada Fiscal, na GNR. A partir dessa data o declínio da instituição foi notório. Muitas das suas competências foram progressivamente deixadas ao abandono pelos comandos da GNR, passado a ASAE,ou a Polícia Marítima, a ter de assegurar essas missões. Em 2008, e por reforma do Ministro da Administração Interna António Costa a Brigada Fiscal é extinta. Os guarda fiscais eram apelidados de "picachouriços" devido à sonda, uma vareta em ferro, que usavam para introduzir nas sacas de produtos a granel, para verificar se nelas vinham escondidos produtos de contrabando.



 Guarita - Servia como abrigo para os guardas fiscais que travavam uma luta cerrada ao contrabando

Mas afinal, o que é o contrabando ?!

Depois de muita pesquisa, acabamos por arranjar uma definição para esta prática.
O contrabando na raia consistiu (e ainda consiste)  em passar produtos através da fronteira Portugal-Espanha ilegalmente, para que não seja pago o imposto.
É visto geralmente pela sociedade como uma pratica repugnante, destruidora dos mais elementares princípios da moral e dos bons costumes. Esta perspectiva deve-se ao facto de a maior parte das pessoas apenas conhecerem da actividade aquilo que é mais hediondo: os grandes crimes económicos, o trafico de drogas, de armas, de crianças e mulheres, e toda uma serie de outros tipos de contrabando susceptíveis de por em causa a harmonia social. Porem, na região da Raia esta pratica não é vista dessa maneira. As gentes desta região usavam o contrabando como um dos meios de subsistência e por isso não o consideram um crime.